// Programação
DIA 25 DIA 26 DIA 27 DIA 28 DIA 29 DIA 30


// Dia 25 de Abril | Terça-Feira
Muros do Dragão do Mar
18:00H | Jangadeiros | Rafael Limaverde | Arte Urbana

Nascido em Belém (PA) e naturalizado cearense, Rafael Limaverde é ilustrador editorial, chargista/cartunista e xilogravurista . Formado em Artes Visuais pelo Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Ceará (IFCE) já trabalhou como ilustrador, infogravurista, design e ilustrador. Grafita há 10 anos e foi integrante do Grupo Acidum expondo em Fortaleza, São Paulo e Rio de Janeiro. Participou das duas edições do Festival Concreto de Fortaleza (2013 e 2015), bem como da II Semana do Grafite e do Projeto Conexões Urbanas. Curador das exposições Eco Barroco e Bestiário Nordestino.

Sinopse
A proposta, dialogando com a temática da Maloca de 2017, é a realização de intervenções em stencil inspiradas nas fotos de jangadeiros do fotógrafo Chico Albuquerque. As obras serão aplicadas em muros do Centro Cultural Dragão do Mar.

MAC - Museu de Arte Contenporânea
19:00H | | O Fotógrafo Chico Albuquerque - 100 Anos | Exposição

O centenário de "Seu Chico" é comemorado na abertura da Maloca Dragão, em uma exposição com mais de 400 fotografias de sua autoria. Responsável pela série "Mucuripe", Chico Albuquerque projetou o litoral cearense no cenário nacional com o still do documentário It's all true, de Orson Welles.
Foi também pioneiro na fotografia de publicidade e é referência como retratista no Brasil. A exposição, em cartaz até dia 2 de julho, reúne acervos da família do fotógrafo cearense e do Instituto Moreira Sales.

MAC - Museu de Arte Contenporânea
19:00H | Quatro homens e uma Jangada | Eric Barbosa | Música

Uma performance sonora onde é realizada uma re-interpretação audiovisual em caráter de Trilha Sonora AO VIVO do clássico filme: For Men on the Raft / Orson Welles (1942). A performance sonora, além de celebrar o centenário de Orson Welles (2015), faz referências aos quatro pescadores que se aventuraram por melhores condições de vida, em mares atlânticos. O compositor e instrumentista Eric Barbosa se une aos músicos Guilherme Alvez e Júlio Cesar Santana - além de contar com colaboração do artista visual Dimitri Lomonaco, os artistas utilizam percussão, baterias, guitarras e sintetizadores, executando ao vivo o filme e intercalando a exibição com imagens originais da película, fotos atemporais da Praia do Peixe e Iracema entre outros arquivos de áudio, fotogramas e outras mídias redescobertas no processo de pesquisa e montagem da performance. Eric atua como educador-pesquisador em projetos em formação em música e tecnologia desenvolvendo significativos projetos educacionais e implantando estes projetos nos principais pólos de cultura do país