// Programação
DIA 25 DIA 26 DIA 27 DIA 28 DIA 29 DIA 30


// Dia 28 de Abril | Sexta-Feira
Arena Dragão do Mar
16:00H | | Mágico Éflem | Infantil

Com mais de 20 anos de experiência, o mágico Éflem atua em shows infantis na cidade de Fortaleza, além de se apresentar em várias cidades do interior cearense. 

Sinopse do espetáculo
Show interativo, com artifício visuais e cômicos para a plateia infantil. O espetáculo é repleto de ilusões como aparições de pombos coloridos, sombrinhas, lenços, flores, coelho e um maravilhoso número de levitação, onde a todo o momento o público é surpreendido. 

Ficha técnica:
Éflem Gonçalves.
 

Aterrinho Praia dos Crush
16:30H | | Dub Foundation + Buguinha | Música

O Dub Foundation Sound System é um coletivo de Fortaleza, fundado no ano de 2006, por iniciativa do Caio Dub Foundation. Buguinha é um produtor musical e engenheiro de som. Ao longo de quase 30 anos, Buguinha DUB, esteve no P.A. (Public Address) de músicos e bandas como Racionais MC, Nação Zumbi, Mundo Livre S/A, Natiruts, Manu Chao, Ultraje a rigor, entre outros. 

Arena Dragão do Mar
17:00H | Suspiros & Burbujas | Laguz Circo | Infantil

A Companhia Laguz Circo traz música, acrobacia, malabares e muito humor no espetáculo Suspiros & Burbujas, que vem viajando pelo Brasil no bagageiro de um fusca verde chamado Olivério. Formado pelo brasileiro Felipe Abreu e pela argentina Romina Sanchez, o espetáculo cria uma atmosfera mágica com as figuras dos palhaços Suspiro e Burbuja, que utilizam elementos acrobáticos, musicais, além das bolhas de sabão gigantes que encantam o público. O cearense Felipe é o palhaço Suspiro, motorista do Olivério e tocador de buzina, já a argentina Romina é a palhaça Burbuja (bolha, em espanhol), acrobata, sanfoneira e encantadora de bolhas de sabão gigantes.

Sinopse:

O espetáculo Suspiros & Burbujas já fez uma viagem de Florianópolis a Fortaleza levando o projeto Se Essa Essa Praça Fosse Minha para diferentes espaços públicos em todo Brasil. O projeto explora a figura do palhaço e o viés cômico das técnicas circenses por meio de eventos e oficinas que fomentam o diálogo com outros artistas e com o público de diversas regiões e cidades brasileiras. O intercâmbio artístico e a formação de plateia fazem parte das vivências e atuações da companhia e o espetáculo Suspiros & Burbujas.

Ficha técnica
Criação e interpretação: Felipe Abreu e Romina Sanchez. Figurino: Paulo José. Fotos: George Harrison.
 

Arena Dragão do Mar
17:00H | Pé de Palavra | Anna K Lima / Jéssica Gabrielle Lima / Flora Caroline Santos/ Samya Alencar | Literatura

Propondo o encontro das palavras com as pessoas estão quatro mulheres com diferentes perfis e um atravessamento: a literatura. Anna K Lima é escritora, produtora cultural, atuante em mídia alternativa, designer, zineira. Jéssica Gabrielle Lima é designer gráfica e ilustradora. Flora Caroline Santos é membro do Coletivo Bons Ventos Sempre Chegam e uma das idealizadoras/produtoras do Zine/Sarau A Literação da UFC. Samya Alencar também é  membro do Coletivo Bons Ventos Sempre Chegam, além de articuladora da cena Cariri. 

Síntese da proposta
As performances poéticas de Pé de Palavra consistem em pendurar postais e fitas coloridas com palavras/frases/textos/músicas/poesia/receitas para encantar os transeuntes. Dependuradas, as palavras poderão ser arrancadas, consumidas, partilhadas, distribuídas, sentidas, destinadas a quem quer que seja a fim de que a real finalidade se concretize: afetar outrem, entendendo a cultura como uma forma de socialização.

Ruas no entorno do Dragão do Mar
17:00H | Yemonja e a Princesa Negra | Edivaldo Batista | Teatro

Edivaldo batista é diretor teatral, ator pesquisador, preparador de elenco, ministrante de cursos e oficinas para atores e estudantes de teatro. Graduado em Artes Cênicas pelo IFCE (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará), já foi membro dos grupos Bagaceira e Teatro Máquina. Hoje, atua como ator-criador nos espetáculos: Iroko (2013), Projeto Achados e perdidos (2013), As Fadas (2014), A Menina dos Brincos de Ouro (2015), O Pequeno Ogum (2014) e Yemonja e a Princesa Negra (2015/2016). Além dos trabalhos de narração para adultos: Um Prólogo para Iansã, Rosa Maria e dos trabalhos de pesquisa de movimento: Terreiro de Mulheres e Estudo para Rosa Maria. Também desenvolve os trabalhos de narração para crianças: Contos da África e Histórias de Heróis Negros.

Sinopse do espetáculo
O espetáculo explora a trajetória de uma Menina Negra, descendente do Povo Egbá e prometida a se tornar a matéria que invoca, por meio de suas raízes ancestrais, a força da orixá Yemonja. Nesse percurso é capturada e levada a nova terra. O espetáculo faz alusão á resistência do Povo Negro e das primeiras formações às mães de santo.

Ficha técnica
Elenco: Edivaldo Batista, Flavia Cavalcante. Direção e Concepção: Edivaldo Batista. Música: Juliana Roza, Diego Ramires. Composição de Música: Juliana Roza. Adereços: Edivaldo Batista e Iury Aldenhoff. Figurino:Francisa Leo. Preparação Corporal: Pedro Emanuel. Arte Designer: Tim Oliveira.
 

Rua Tabajaras
17:00H | Memória em Construção | Felipe Camilo | Arte Urbana

Felipe Camilo é um artista visual e pesquisador de Fortaleza que vem discutindo fotografia, memória e cidade através da imagem, da intervenção urbana e do texto cartográfico. É sócio-fundador do Estúdio Pã - Imagem & Internet (2010) e da ATOA - Associação Trama de Olhares em Audiovisual (2014). Enquanto fotógrafo, dedica sua carreira à fotografia documental da arte e do cotidiano, atuando também na área editorial e publicitária.

Sinopse
Memória em Construção é uma série de sobreposição fotográfica de fortes azuis e pretos da paisagem urbana de Fortaleza, Ceará. Os três murais lambe-lambe versam sobre o concreto como vocação retangular para a silhueta das metrópoles. Nas fotografias sobrepostas, prédios em construção recortam a vista de arquiteturas icônicas de Fortaleza e de seu céu. As imagens trazem construções históricas do Centro da cidade, da Jacarecanga e da Praia de Iracema. 

Arena Dragão do Mar
18:00H | SarauZona | Talles Azigon | Literatura

Talles Azigon é um poeta e produtor cultural de Fortaleza. Durante cinco anos, produziu o Sarau Palco Aberto no Templo da Poesia, antigamente localizado no Centro da cidade. Também criou e produziu outro Saraus como o Sarau Substânsial, Sarau do Porto Iracema, Poetas entre Livros. Atua como produtor de eventos de literatura, foi curador e idealizador do Dragão das Letras, produziu a Feira Índice, é produtor de Literatura no Centro Cultural Banco do Nordeste e do Programa Literatura em Revista. É criador e editor da Editora Substânsia.

Síntese da proposta
O SarauZona se propõe a reunir alguns dos diversos Saraus que existem em Fortaleza e que tomam conta de espaços culturais, casas, praças e espaços alternativos espalhados pela cidade e pela Região Metropolitana. Dessa forma, um grande encontro de saraus e poetas com toda energia, liberdade e poesia que um imenso Sarau pode produzir.
 

Oca Maloca
18:00H | Reisado Mestre Aldenir | Mestre Aldenir | Cultura Popular

José Aldenir Aguiar, o Mestre Aldenir, acumula mais de 50 anos dos seus 84 de dedicação ao reisado, formando as novas gerações de brincantes cearenses. Suas experiências o consolidaram como um dos mais importantes mestres do reisado no Cariri do Ceará.  Hoje, transmite seu acúmulo de peças da oralidade ancestral por meio da Escola de Formação de Brincantes na Bela Vista - Crato (CE),  propiciando às crianças, adolescentes e adultos a possibilidade do encantamento com entremeios, guerreiros, reis, rainhas e embaixadores.
 

Palco Rogaciano Leite Filho
19:00H | | Fortal la Máfia | Música

Fortal la Máfia é um grupo de rap cearense, ativo em Fortaleza desde o ano de 2013. Sua formação é composta por seis integrantes: Eduardo Xavier, Ring King, P-erri, Mano Edi, Snow e Trança. O grupo percorre a cidade mandando o som em diversos locais e já fez abertura de shows de grandes artistas nacionais. 
 

Teatro Sesc Iracema
19:00H | Flor de Obsessão | Ricardo Guilherme | Teatro

Referência nas artes cênicas cearenses, Ricardo Guilherme é ator, dramaturgo, diretor teatral, contista, cronista, poeta e professor com vasto repertório de espetáculos em sua trajetória nacional e internacional. Além de ser um dos fundadores da Licenciatura em Artes Cênicas da Universidade Federal do Ceará (UFC), possui livros publicados sobre a história do teatro cearense. Também fez parte da equipe fundadora da Televisão Educativa do Ceará, hoje TV Ceará e da Rádio Universitária. É formulador da teoria e do método do Teatro Radical Brasileiro (1988).  

Sinopse do espetáculo
Flor de Obsessão reúne três contos de Nelson Rodrigues (Morte pela Boca, Missa de Sangue, Unidos na Vida e na Morte) e mais um prólogo e um epílogo concebidos a partir de uma compilação de textos nos quais o autor explicita os temas centrais de sua obra, ou seja, sua obsessiva predileção por histórias em que o amor e morte se inter-relacionam e se completam.

Ficha técnica
Texto de Ricardo Guilherme, transcriação a partir de textos de Nelson Rodrigues. Direção, 
atuação e dramaturgia: Ricardo Guilherme. Produção: Elisa Alencar.
 

Passarela do Dragão do Mar
19:00H | Sem Título | Junior Mendes | Arte Urbana

Projeto estético em que o performer Junior Mendes altera a relação do corpo com o espaço urbano e sua arquitetura. Ele é pesquisador e um poeta que, por meio do método da cartografia, atualiza a cidade num plano de experimentação, apresentando um jogo de composição em tempo real: oposição de forças, espaços entrecruzados e diferentes camadas de tempo. Junior é Técnico em Dança (IACC/SENAC/SECULT) e Bacharel em Dança pela Universidade Federal do Ceará. Concluiu o Ateliê de Composição Coreográfica e Processos Criativos em Dança (VILA DAS ARTES/INSTITUTO DE CULTURA E ARTE - ICA/UFC). É estudante do curso de licenciatura em Dança da UFC e bailarino na Cia de Dança Rossana Pucci .

Sinopse:
Uma instalação-performativa movida por um desejo de composição. Compõe-se outro espaço dentro do espaço urbano. Uma arquitetura reticular que interage [...] com o meio no qual se insere e, na medida de seu próprio alcance, [rearranja-o] e [rearranja-se] através dos impactos performativos que produz.

Palco Anfiteatro
19:30H | | Tocata Livre | Música

Um encontro de gerações da música instrumental cearense forma o Tocata Livre, criado em 2015. Músicos com experiências e formações variadas, o trio é formado pelo baixista Hermano Bezerra, o baterista Luizinho Duarte e do acordeonista Nonato Lima. No palco, os ritmos populares brasileiros e nordestinos, da bossa nova ao baião, do samba ao frevo e ainda o característico improviso jazzístico são apresentados. 

Cinema do Dragão
19:30H | Vidas na Orla | Mostra de Cinema Documental: Fronteiras e Verdades | Cinema

Sexta-feira (28/04) 19h30 VIDAS NA ORLA (estreia) dirigida por Alexandre Fleming (Ceará) / 75 min / Livre Sinopse:A Série Vidas na Orla consiste em um experimento etnográfico sobre a diversidade de experiências na orla fortalezense. Abrangendo três territórios importantes de nossa capital, a saber, a Barra do Ceará, O Poço da Draga e a Beira-Mar, a série busca figurar a diversidade de um povo criado à beira do mar, as resistências locais, as benesses e desventuras do viver urbano. Os filmes são: Marco Zero, Dia de Vo(l)tar e Arte Itinerante, com direção do antropólogo Alexandre Fleming Câmara Vale. //

 

Palco José Avelino
19:45H | | Cassino 12 | Música

Grupo de Rap nativo de Fortaleza, surgiu em 2007 sob comando de MC Querubim e MC Pena La Máfia. O grupo vem com a proposta de transmitir mais que rimas conscientes e líricas, vem pra mostrar a essência de sua música, lapidada nos becos e nos asfaltos e beira de praia. Cassino 12 tem um estilo próprio e diversificado que engloba, além do Rap, levadas e melodias de músicas latinas, R&B, Jazz, Soul, Trap Music, MPB, Rock e outras. Outras influências vêm da busca pela referência no romantismo, malícia e poesia de grandes artistas como: Agostinho dos Santos, Bezerra da Silva, Legião Urbana, Chico Buarque, Cazuza, Cartola, Cassiano, Tim Maia, Moreira da Silva, Roberto Carlos, Marvin Gaye, Lenine, Marcio Greyk, Sabotage, Criolo, Realidade Cruel, Racionais Mc´s, Facção Central, Raul Seixas, entre outros.
 

Palco Praça Verde
20:00H | Lançamento do álbum Mad Monkees | Mad Monkees | Música

Mad Monkees é uma banda de rock de Fortaleza, no Ceará, formada em 2015 por músicos com vasta experiência no cenário musical da cidade. Reunindo a empolgação de um novo projeto, a bagagem e reconhecimento das trajetórias de atuação, a banda vem agregando admiradores.
Em 2015, lançou um EP com quatro faixas e, em 2017, o disco de estreia foi disponibilizado nas plataformas de streaming. Este último foi produzido por Carlos Eduardo Miranda em parceria com Rodrigo Sanches.
A banda tocou nos Festivais DoSol e Suado (RN), Dragão do Metal, Feira da Música e Rock-Cordel, Ponto CE, Maloca Dragão (CE), assim como abriu shows de bandas como Soulfly, Dance of Days e Glória.
O quarteto cearense é formado por Felipe Cazaux (guitarra/voz), Hamilton de Castro (baixo), Capoo Polacco (guitarra) e PH Barcellos (bateria). Com influências de Black Sabbath, Led Zeppelin e Nirvana, a banda tem conquistado admiradores no rock. Com artistas com vasta experiência no cenário artístico, Mad Monkees reúne elementos diversos em uma pegada rock.
 

Palco Draga Dragão
20:00H | Pré-lançamento do disco Nayra Costa & Los Flenkys Boys | Nayra Costa | Música

Com influências e experiências em estilos musicais como rock, reggae, jazz e MPB, Nayra Costa começou a cantar ainda adolescente, em Fortaleza. Intérprete multifacetada, ao longo da sua extensa trajetória acumula mais de duas mil apresentações nas principais casas de shows e bares da capital cearense e outras cidades, assim como a participação em festivais como Rock Cordel, Festival Jazz & Blues de Guaramiranga, Festival Nacional da Canção. Em 2012, participou do The Voice Brasil, chegando às semifinais do programa. Em 2016 foi selecionada para o Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, onde desenvolveu pesquisa acerca das diversas sonoridades com as quais dialoga, buscando assim novas composições. Lança, em 2017, seu disco Nayra Costa & Los Flenkys Boys. 
 

Teatro Dragão do Mar
20:00H | Ossos | Coletivo Angu de Teatro | Teatro

O Coletivo Angu de Teatro é um grupo sediado em Recife, Pernambuco, criado em 2003. Ao longo da trajetória, foram realizados trabalhos continuados em busca da valorização do trabalho de dramaturgos locais. Com a participação em festivais, reconhecimento por meio de premiações e apresentações em diversas cidades brasileiras, o Coletivo é responsável por espetáculos como Angu de Sangue, Rasif - mar que arrebenta, Angu de Canções, Ópera, Essa febre que não passa e Ossos, reconhecidos por público e crítica especializada. 

Sinopse do espetáculo
Esta é uma história de amor, exílio e morte. Mediado por interferência de um coro de Urubús, o dramaturgo Heleno de Gusmão empreende uma viagem de volta a suas lembranças e origens, a pretexto de entregar os restos mortais do seu amante aos familiares do mesmo. Os fatos são apresentados de modo não-linear embaralhando começo, meio e fim. Uma parte se desenrola num submundo paulistano, povoado por diferentes classes de retirantes nordestinos, e outra se dá na estrada que leva o escritor até Sertânia, no interior de Pernambuco.

Ficha técnica
Texto: Marcelino Freire Direção: Marcondes Lima Direção de arte, cenários e figurinos: Marcondes Lima. 
 

Palco Rogaciano Leite Filho
20:30H | | Isabel Gueixa | Música

A cantora utiliza a música como um resgate cultural da black music, misturando o Soul Funky com a levada do Rap e R&B Nacional. São músicas dançantes que também trazem conteúdo, as letras falam de empoderamento feminino, diversidade sexual e equidade social. Desta forma, abrange a complexidade em um único som, onde se pode balançar e também refletir. Neste novo trabalho, Isabel Gueixa procura inovar, mas buscando influências de suas origens no Soul, Funky, Rap, Rhythm & Blues, Jazz. Desde de 2016, Isabel Gueixa busca sentir a música na sua ancestralidade, inspirando-se em grandes referências nacionais e internacionais como: Marvin Gaye, Aretha Franklin, Tim Maia, Erykah Badu, Cassiano e Gerson King Combo.sentir a música e nossas ancestralidades.
 

Oca Maloca
21:00H | Raiz do Céu | Camila Pessoa | Circo

Raiz do Céu é um número circense com a utilização de texto e linguagem física, o número é resultado de um processo criativo que envolve pesquisa cênica e técnica de trapézio. Aprovado pelo Prêmio Funarte Caixa Carequinha no módulo criação de número, e pelo Edital de Promoção e Publicação em Artes de Fortaleza/Instituto Bela Vista/Secultfor 2016.

Sinopse:
O número Raiz do Céu tem como tema exprimir minimamente a alienação de si, quando se é parte de uma engrenagem invisível. É um número de trapézio, e no transcorrer há uma movimentação no primeiro momento, no qual se desdobram aspectos corporais de uma transformação. No segundo momento é o corpo suspenso no trapézio que se liberta.

Ficha ténica:
Criação e interpretação: Camila Pessoa. Trilha sonora: Gustavo Portela. Direção colaborativa: Edmar Candido, Gabriela Jardim. Figurino: Paulo José.

Oca Maloca
21:00H | Solamente | Alysson Lemos | Circo

Solamante é uma experimentação infinita do artista Alysson Lemos, é um mergulho na dramaturgia circense e na estética do palhaço. O número explora as técnicas de malabarismo e equilíbrio sob a perspectiva da bufonaria moderna, elementos da pesquisa que vem sendo desenvolvidas pelo Grupo As 10 Graças de Palhaçaria desde 2012 na cidade de Fortaleza, Ceará.

Sinopse do espetáculo
Um enredo de desvios, a possibilidade do encontro entre a técnica e o absurdo, o universo grotesco que habita a mente do palhaço é colocada em evidência quando jogar com o outro é a chave para a construção de relações. Solamente é uma desconstrução de lógicas dentro do conjunto de fatos onde o absurdo se faz possível.

Ficha técnica:
Concepção e atuação: Alysson Lemos. 
 

Oca Maloca
21:00H | O Trapezista e o Dinossauro | Mauricio Rodrigues | Circo

O Trapezista e o Dinossauro é um solo de palhaçaria desenvolvido por Mauricio Rodrigues. O espetáculo surgiu a partir de experimentos realizados em praças da cidade de Fortaleza com números de hipnose, arremesso de facas e reprises de trapézio. Desde sua estreia em junho de 2016, foi apresentado em circos, varietés e cabarés de palhaço, e nos festivais Sabacu da Arte no Sistema e na VI Mostra Dragão do Mar de Arte e Cultura de Canoa Quebrada/CE. 

Sinopse do espetáculo
Batuta realiza seus mais perigosos números, vistos por milhões de pessoas em picadeiros consagrados ao redor do mundo. Arriscando não apenas a sua vida, mas também a do público.

Ficha ténica
Criação e atuação: Mauricio Rodrigues. Sonoplastia: Luis Carlos Shinoda
 

Escola Porto Iracema
21:00H | A terceira margem do rio | Coletivo Soul | Teatro

O Coletivo Soul surge em Fortaleza, em 2009, em função da criação do espetáculo "Rãmlet Soul", premiado pela Funarte e Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor). Com temporadas em espaços icônicos como o Theatro José de Alencar e participação em importantes festivais regionais, o espetáculo teve calorosa acolhida do público. A essa criação se seguiram eventos performáticos como " The Rocky Horror - A Festa", "Grite, Grite Outra Vez" (combinando leituras poéticas com intervenções sonoras), o espetáculo, "Nossa Cidade - uma Peça para Acampamentos" (2012), um curta-metragem ficcional "Uma Fábula em Eldorado" e "Hamlet: Solo" (2013). Em 2015, o Coletivo Soul inaugurou sua sede, espaço multicultural, premiado pelo Edital das Artes da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, onde desenvolve atividades de teatro, audiovisual, arte-galeria, eventos musicais, cursos, oficinas, brechós, simpósios etc.

Sinopse do espetáculo
"A Terceira Margem do Rio" insinua a experiência de um teatro com sombras, onde a presença é deslocada para recortar a potência de ausências (impotência), na contraposição artística de sensorialidades evocadas no conto homônimo de Guimarães Rosa. 

Ficha técnica
Elenco: Geórgia Dielle, Evan Teixeira, Magno Carvalho, André Feitosa, Janaina Marcout e Edicleison Freitas. Direção: Thiago Arrais. 
 

Teatro das Marias
21:00H | Quintal | Cia Circo Lúdico Experimental | Dança

A Cia Circo Lúdico Experimental (CLE) surge em 2007, na cidade de Fortaleza. Ao longo da trajetória tem experimentado criar em um território em que as margens entre as linguagens cênicas se encontram dissolvidas, transitando entre o circo, o teatro e a música.  Os espetáculos Às Avessas (2007), inspirado no conto Primeira Dor de Franz Kafka, Um tiquinho de Nada (2008), Erêndira (2010) e E o trem partiu (2011) ganharam acolhida do público, assim como premiações e editais, sendo apresentados em diversos espaços.  

Sinopse do espetáculo
Quintal, uma pausa no fluxo intenso da cidade para ampliar o olhar para a pequenez das coisas, pés descalços, balanço, fazer brinquedo com as palavras, fazer palavra virar corpo. Deter-se a observar, dar às coisas uma volta inteira, margear, imaginar, inventar modos de olhar, transver o mundo. Um espetáculo inspirado na obra de Manuel de Barros.

Ficha técnica
Direção: Sâmia Bittencourt. Acrobatas: Danielle Freitas, Samara Garcia e Sâmia Bittencourt. Técnico de som e luz: Fábio Silva. Trilha sonora: Daniel Groove. Designer Gráfico: Diogo Braga. Iluminação: Walter Façanha
 

Palco José Avelino
21:15H | Baile do Gallo | Nego Gallo | Música

Nego Gallo é um rapper, compositor nascido no Rio de Janeiro. Conhecida figura do cenário do rap, Carlos Gallo, também conhecido como Nego Gallo, teve o primeiro contato com o rap em 1999, em Fortaleza, cidade em que mora desde 1984. Ao longo da trajetória participou do grupo Brigada e do grupo Costa a Costa, com destaque na cena nacional. 
Nego Gallo já realizou parcerias com diversos artistas em CDs e shows, além do lançamento de EPs e singles ao longo da sua trajetória. Em suas letras, as experiências cotidianas e a realidade de Fortaleza se fazem presentes. Entre os singles, Bang Bang, Leões Rugem e, recentemente, Surto, que tem produção musical do rapper Côro Mc.

Palco Draga Dragão
21:15H | GhettoRootsTraficandoPoesias | GhettoRoots | Música

GhettoRoots nasceu da mistura da cultura reggae com a linguagem urbana da cultura hip-hop, em 2007 na favela do Dendê, em Fortaleza,Ceará. Com o intuito de incentivar o protagonismo juvenil através da arte, as músicas levam mensagens positivas e prega a cultura de paz, a superação e o respeito à vida.
Tem como base o compromisso com a arte, que é a maior ferramenta de transformação social para a conscientização das pessoas, captando a essência do gueto nas mais diversas formas de apropriação da cultura nas periferias. Para contar essa história, Carolina Rebouças, Gabriela Savir, Roni Flow e Rodrigo Revolução se unem numa só poesia, em um espetáculo com músicas autorais e estilo diversificado.
O grupo tem como inspiração, o trabalho realizado pelo  MC Renan Inquérito, que distribui pinos poéticos em suas apresentações, utilizando ao  seu favor as vivências da rua e a linguagem marginal, faz a distribuição de poesias enroladas para o público durante o espetáculo.

Palco Praça Verde
21:30H | Lançamento da Turnê Comemorativa de 20 anos | Cidadão Instigado | Música

A banda cearense Cidadão Instigado completa 20 anos de uma trajetória marcada por uma sonoridade única que conquistou público e críticos por todo o Brasil.  Para celebrar as duas décadas de música e história, o Cidadão lança, na Maloca Dragão, a turnê comemorativa com repertório que reúne uma síntese da discografia da banda. Com formação inédita e participações especiais, a comemoração conta também com o lançamento dos quatro discos em formato vinil.
Com percurso iniciado com a reunião de jovens músicos em uma garagem do bairro Varjota, em Fortaleza, a banda vem celebrando parcerias com artistas e produtores nacionais, como Céu, Otto, Karina Burh, Arnaldo Antunes. Ao longo dos 20 anos de atuação foram lançados: Cidadão Instigado EP (2000), O Ciclo Da Dê.Cadência (2002), Cidadão Instigado E O Método Tufo De Experiências (2005), UHUUU! (2009) e Fortaleza (2015). Este último, em um processo de envolvimento e olhar para a cidade de origem, ganhou o Prêmio Multishow na categoria Melhor Disco.
A banda Cidadão Instigado é formada por Fernando Catatau (voz e guitarra), Regis Damasceno (baixo e vocal), Clayton Martin (bateria e vocal), Dustan Gallas (teclados, guitarra e vocal), Rian Batista (violão e teclados), Yuri Kalil (efeitos e PA).

Palco Anfiteatro
22:00H | Aldo Sena e a guitarra cearense | Aldo Sena | Música

Aldo Sena e a Guitarra Cearense é um show criado especialmente para a Maloca Dragão 2017 e que marca uma nova fase do Mestre da Guitarrada. Nesse show teremos as composições do Mestre interpretadas não só por ele , mas também por alguns convidados especiais que fizeram e fazem história na música cearense, tendo como instrumento principal a guitarra. Dentre os convidados temos Carlinhos Patriolino, Saulo Duarte e Cristiano Pinho. O show tem direção artística de Daniel Groove e produção da Koisa & Tao Produções.
 

Teatro Sesc Iracema
22:00H | Ibirapema, o forró que eu faltei | Omì Cia de Dança | Dança

A Omì Cia de Dança é um grupo criado em 2008, em Fortaleza (CE), que desenvolve a dança cênica baseada nos estudos técnicos e sociais da danças a dois. O grupo começou sua trajetória com o diretor Éder Soares, que reuniu bailarinos de dança de salão para desenvolver trabalhos artísticos em diálogo com a hibridização com outras danças. Entre os trabalhos cênicos realizados pelo grupo estão As Quatro Estações, Fidelidade da Dor (2010), Mais Profundo é a Pele (2012). Para o mais recente trabalho, Ibirapema, o forró que eu faltei, o grupo contou com o Laboratório de Criação do Porto Iracema das Artes, em 2016.  

Sinopse do espetáculo
Entre danças, toques e cantos, a memória ancestral é narrada pelo mungango criativo dos corpos. Em busca de uma importante retomada histórica: o rico movimento cultural do Forró. A Omì Cia de Dança articula elementos das tradições populares por intermédio de uma dramaturgia contemporânea, que de forma cativante e indispensável, nos leva de volta pra casa.

Ficha Técnica
Direção Geral: Éder Soares. Co-direção: Clarissa Costa. Bailarinos: Jhon Morais, G Duarte, Victória Andrade, Luciene Feitosa, Vicente Mesquita, Jéssica Cruz, Clarissa Costa e Éder Soares, Comunicação Visual: Tim Oliveira (CE). Figurinos: Paulo José (PE). Aderecista: Gutto Moreira (CE). Trilha Original: Vinicius Pereira (SP), Nathanael Sousa (SP) e Marcenildo Duarte (CE). Direção Musical: Helder Vasconcelos (PE). Iluminação: Walter Façanha (CE). Iluminotécnica: Ivna Ferreira (CE) 
 

Palco Draga Dragão
22:15H | | Karol Conka | Música

A cantora curitibana Karol Conka vem conquistado cada vez mais espaço na cena musical brasileira com seu som inovador. Com a proposta de fazer um rap com sonoridade universal, aliando batidas pesadas a timbres orgânicos, o som da artista ganhou novas influências com a parceira com o duo Tropkillaz, produtores do seu novo álbum. 
A potência e batida da sua música, o carisma e as letras que refletem suas opiniões sobre o mundo fazem com que a artista acumule fãs e visibilidade. Músicas como Tombei, O Poder, Maracutaia e Farofei apontam para sua característica assinatura artística. As quatro músicas fazem parte do novo álbum, Ambulante, que será lançado em 2017. O disco sucede Batuke Freak lançado em 2013, mesmo ano em que foi vencedora da categoria Artista Revelação no Prêmio Multishow. No show, ela se apresenta ao lado do DJ Hadji, cantando essas músicas e vários outros sucessos, como Boa Noite e Toda Doida.
 

Oca Maloca
23:00H | | Ivan Timbó | Música

Ivan Timbó é instrumentista e produtor musical, iniciou sua carreira profissional em 2007, quando fundou o estúdio e selo de gravação SEPASSANDO rec. Lançou dois discos entre 2010 e 2014, Voltas é seu primeiro, seguido de Devaneios. E em 2017 prepara o lançamento de seu terceiro álbum. A proposta aqui apresentada visa o contemplar o show de lançamento do novo álbum de Ivan Timbó, dentro do Festival Maloca Dragão. Seu último trabalho apresenta um recorte de suas composições, passando por diferentes estilos, como o piano elétrico que Timbó acompanha de seus tradicionais baixo e bateria, deixando de lado os recursos da música eletrônica, bastante presentes em seus discos. O álbum é recheado de participações especiais e vem uma sonoridade peculiar, vai ser lançado em discos de vinil e fita cassete.