// Dia 26 de Abril | Quinta-Feira
Ruas no entorno do Dragão do Mar
21:00H | Batendo boca, batendo beira, pagando brabo | Edivaldo Ferrer | Arte Urbana

Waldemar caminha a passos largos o andarilho do tempo, parido do lixo, da fome e do vento. O filho do diabo, dos loucos, das putas e dos párias. Desde que o mundo é mundo, desde que gente é gente o reflexo da sociedade se afirma ainda mais potente. Devorar a tudo é seu segredo. Antes do homem veio o mundo, antes do mundo veio o fogo e antes do fogo veio o medo.

A performance se dá no deslocamento desse personagem sem pernas e braços pelo dragão do Mar, Poço da Draga e outros espaços como festas, feiras, carnavais, shows e etc. Não é necessário material ou qualquer suporte técnico.